quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

o que é o amor....?


Amo-te…uma palavra que nos diz muito ou se não, que muito nos deveria dizer.
No entanto, é uma das palavras mais triviais que existem. É amo-te para aqui, amo-te para ali, ou se for por uma simples mensagem podemos ter um simples amt…ok…o que poderemos dizer sobre isto? Que mais de metade da população está realmente apaixonada? Ou que mais de metade da população não sabe o significado desta palavra?
Para mim a segunda hipótese será a mais acertada…é esquisito ouvir-se tantas vezes falar de uma palavra cujo seu significado é desconhecido… mas todos sabemos que é uma palavra bonita e que todos gostamos de ouvir...qual a rapariga ou rapaz que não gosta de ouvir um amo-te da pessoa que gosta? Pois, todos gostamos, é pena que muitas das vezes esta palavra ser dita sem sentimento, ser dita só por dizer, só porque fica bem, ou só por uma questão de engate… a realidade é esta…
No entanto, quero acreditar que para muitas pessoas esta palavra tenha significado e que esta seja dita com sentimento…e principalmente, que seja dita… não só por dizer mas por ser verdadeira. Não deveremos deixar de dizer o que sentimos só porque temos medo da resposta, medo de sermos gozados, medo de não sermos correspondidos, simplesmente por termos medo….
E…quem sou eu par dizer tal coisa? Ninguém, acreditem. Deverei ser uma das poucas pessoas que menos disse a palavra amo-te na vida…a verdade é que nunca um rapaz ouviu da minha boca a palavra amo-te, a verdade é que se calhar nunca amei, por isso nunca achei oportuno dizer tal palavra.
Amor, amar, amo-te… palavras difíceis de explicar e de compreender, eu disse que se calhar nunca tinha amado, mas a verdade é que só há poucos meses descobri o que é amar, foi difícil, se calhar foi mais difícil admitir. Mas hoje admito, sim admito…eu amo.
Sim, amo-te, não me perguntes porquê nem como, muito menos desde quando… porque não te saberei responder… nestes últimos meses tudo tem sido muito confuso, muito angustiante, tem sido tudo muito complicado… mas a verdade é que já não Consigo passar um dia sem te ver, sem olhar para ti, sem ver esse teu sorriso, esses teus olhos, sem sentir esse teu toque, sem ouvir a tua voz, sem sentir a tua presença… parece que tudo pára quando estamos juntos, eu perco a razão e sigo os meus sentimentos, sem pensar se o que estamos a fazer está certo ou não, sei pensar no amanha e muito menos nas consequências dos nossos actos. Faz tempo que deixei de pensar nisso e que tento seguir o meu coração… o grande problema é que ainda não te tive coragem para te dizer o que sinto…pois a verdade é eu até hoje nunca disse amo-te apesar de amar… mas se soubesses como é difícil, se ao menos conseguisse ver o que vai nesse teu coração, só queria saber o que realmente sentes por mim. Agora era aquela parte em que te perguntava, certo? E coragem? Será que é tão difícil de admitir à pessoa amada os nossos sentimentos? Para mim é… fogo sou mesmo atada, sou fraca, sou parva, sou insegura… e um dia anda me deverei arrepender de tal cobardia, sim porque é uma cobardia o que estou a fazer. Eu penso sempre que será amanha que te vou contar o pior é que esse amanha nunca chega, e enquanto isso vivo neste sonho de algum dia ficarmos juntos, vivo nesta realidade dura que faz com que não esteja sempre ao pé de ti, vivo nesta angustia sem saber os teus sentimentos, vivo nesta insegurança de te contar o que sinto, vivo neste desespero que faz com que as minhas lágrimas caiam sempre que penso que nunca mais te poderei ver, que te poderei perder… vivo assim devido à minha cobardia…
Por vezes fico a pensar, porque será que te puseram no meu caminho, porque no meu destino apareces-te tu, porque meu coração foi bater mais forte por ti? Por mais que queira não consigo, juro que não consigo é mais forte… o amor entra sem pedir licença no nosso coração, depois fica e por mais que tentemos não o conseguimos tirar. Para ser franca não sei se queria que todo este amor acabasse, tu podes ser aquela pessoa que me faz chorar, mas és a única que me consegue por aquele sorriso na cara és o único que me faz viver, que me faz acreditar… ai como adoraria dizer-te isto! Mas será que ainda não percebes-te? Não será assim tão difícil entender…será tão difícil entender que te amo? Sim eu digo que é mesmo amor, eu sinto…
Agora posso dizer que amo, eu posso dizer que sei o que é amor, não sei se para vocês amor tem o mesmo significado, mas para mim é este… é um simples gesto, são simples palavras, são actos, é sentir que não há mais nada à nossa volta, é dar a nossa vida por essa pessoa, é não estar bem quando ela não esta, é estar feliz pela sua felicidade, mesmo que não seja comigo, é querer estar perto dela, é dar carinho, é dar-lhe a mão quando precisa, sem pedir nada em troca… amar é chorar, é rir, é sentir, é abraçar, é gostar, é sonhar, é beijar, é desejar, é união… amar é….amar….
E eu…amo-te….

6 comentários:

vania oliveira disse...

como te percebo.... parabens pelo texto está lindo... nunca desistas

beijinho

Rafaela disse...

Oh miga amiga amar é...palavras para quê? É isso e tu por o que parece amas! Disseste-me que vais arriscar mais para o ano não foi? Peço-te o favor de fazer disso uma promessa. Porque acredita que te vais arrepender se não falares, se não agires! Lembras-te daquela minha frase? “Os arrependimentos são por as coisas que não fazemos ou que deixamos por dizer!”.

Sei que é difícil, que custa, que se teme e resposta e a reacção que poderá vir do outro lado. Mas também não será difícil e doloroso viver sempre na dúvida? Na incerteza de que podia ter corrido bem, que daqui a uns dias poderias ser feliz? Podes ser, mas...percebes-me?!

“Agora era aquela parte em que te perguntava, certo? E coragem? Será que é tão difícil de admitir à pessoa amada os nossos sentimentos? Para mim é… fogo sou mesmo atada, sou fraca, sou parva, sou insegura… e um dia anda me deverei arrepender de tal cobardia...”

Sei que é difícil, muito difícil até... Percebo-te, mas é uma questão de coragem, a tal que te falta. “O amor não são palavras ridículas. São grandes gestos. É ENCONTAR CORAGEM DENTRO DE NÓS QUE NÃO SABIAMOS QUE EXISTIA”, li isto num filme e acho que se adequa! :)

Só te peço para que arrisques, que vás à luta mesmo que penses que ele é um ser impossível, mesmo que penses um dia que ele é alguém que não mereça tal luta, mesmo que..... tudo e mais alguma coisa! Porque amanhã pode ser tarde, amanhã pode não estar cá, amanhã poderás já não amar!

E não fiques à espera que seja ele a dar o primeiro passo! Surpreende-o tu primeiro! Com uma frase, um pedido, um conselho, um desejo, um gesto... Mas surpreende-o!

Não me parece que amanhã será a véspera que o deixarás de amar, mas lembra-te que poderá ser a véspera de ganhares a tal coragem, de dizeres o que desejas e tentar ser feliz! =)

Bjnh* fica bem amiga...

Tlim

vania oliveira disse...

é tão dificil amar alguem... num momento temos td na mao e de um momento po outro td nos foge... amar é tao dificil, tão sofrido...
nunca desistas

fabio lucci disse...

Oh madrinha escusavas de ter escrito isto aqui para mim, mandavas sms que eu lia na boa :P

"Estás tão perto e tão longe..."

Concordo plenamente com este texto. Do fundo do coraçao. eu proprio sou contra o uso abusivo dessa tal palavra, pois o excesso, leva a banalidade, a vulgaridade, dai dizeres tudo: nem toda a gente usa esta palavra com o mesmo intuito e com o mesmo pensamento! Excelente post.. Gostei muito mesmo! Penso que essa luta que travas e mais ctg mesmo do que propriamente com o mundo/pessoa que te rodeia.Sê corajosa. Arrepende te de teres feito.. Não de não teres feito ;) Pensa nisso madrinha ;)

Um beijinho. Parabens pelo Post. Gostei realmente.

fabio lucci disse...

Ah fui eu o Ricardo :) a conta é do meu irmao xD

Anónimo disse...

"o que é o amor?" tema de grandes conversas

R.L.