quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

fim...


Faz um mês que tudo acabou, eu tenho passado os meus dias em casa apenas a olhar as nossas fotos, dia sim, dia não tenho ido ao hospital, tive outra ameaça de aborto. Mas hoje decidi sair de casa e recomeçar a viver, só eu sei como será difícil. Este nosso canto traz tantas recordações, lembro-me da última vez que estivemos cá e das tuas palavras, as lágrimas são inevitáveis e esta dor no peito não sai. Como fomos felizes aqui, será que me estás a ouvir? Espero que sim… quero pedir-te desculpas, mas tem sido difícil continuar a viver sem ti, prometo que vou pensar mais no nosso filho, sim amor, é um menino, tal e qual como querias, vai ter o nome do pai. E de certeza que vai ser forte, corajoso, amigo, lutador, vai ter os teus olhos e esse teu sorriso… a barriga já se nota, devia estar maior, mas emagreci muito neste mês…mas está tudo bem, agora vou comer bem, ah e começar a preparar as coisinhas para ele, pelo menos pensar nisso…
Não imaginas como é difícil fazer planos para o futuro sem ti por perto, sem receber aquele teu piscar de olho quando me querias dizer que tudo iria correr bem, só tu me davas força para superar todos os problemas. Mas Deus quis que o meu futuro fosse sem ti, em contra partida deixou-me ficar com o nosso menino. Agora é ele que me dá vontade de viver, agora é por ele que acordo todos os dias…
Quero que saibas que estarás sempre no meu coração, que te irei recordar para toda a minha vida, e que contarei ao nosso filho como eras, farei com que ele sinta orgulho em ti, tal como eu.
Hoje, olho em meu redor e parece que as flores não são tão bonitas, perderam cor, o sol perdeu o seu brilho… olho em meu redor e aquela alegria que parecia haver acabou. No entanto, pareço ouvir nossas vozes, as marcas ficaram e teu perfume também. Tal e qual como la em casa, nada vai mudar, e não me esquecerei das minhas flores.
Nós somos a prova de que o amor existe… e que a vida tem de ser vivida, pois a vida são dois dias…
Amigos, a vida passa muito rápido e quando damos por ela pensamos no que poderíamos ter feito e não fizemos, por simples vergonha ou medo. Se um dia vocês se tiverem de arrepender, que seja por algo que fizeram nunca por algo que deixaram por fazer.
A vida foge das nossas mãos sem nos apercebermos, por isso não a deixem fugir! Aproveitem-na! Vivam-na! Sejam felizes! Ou tentem ser, nem que seja por pouco tempo!
Mas que esse pouco tempo seja lembrado para o resto das vossas vidas com um sorriso nos lábios.
Amor, nós somos prova disso. Aproveitamos até ao fim, fomos felizes, muito felizes…
Agora resta-me recordar, com um sorriso de felicidade ou uma lágrima se saudade mas recordar todos os momentos que passamos.
Amo-te e amar-te-ei para o resto da minha vida…

7 comentários:

Rodolfo disse...

Este não é o fim de um grande amor...Apenas um até já...Perdeu-se um grande amor mas ganhou-se um anjo da guarda ;)

Tens toda a razão quando dizes que a vida são dois dias e devemos aproveita.los bem... Infelizmente, a vida continua a demonstrar-nos isso dia a dia... Acho que devemos aproveitar tudo o que pudermos e lutarmos pela nossa felicidade com unhas e dentes :)

Vânia Oliveira disse...

ai amiga amiga... naõ me canso de ler esta tua linda historia. Sem duvida que detesto a palavra fim e até me faz arrepiar!
Lutar e alcançar eternamente!
Nada acaba, tudo perdura...
E por muito que nada possamos fazer, temos de ter a coragem de lutar para evitar finais destes...
até pk ninguem o mereçe!
A luta é a nossa constante... é nisso que temos de pensar...
Para o bem de todos (ou o mal de alguns) nunca nunca nunca desistimos!
E olha...
Para quem ficar bem com isso, optimo...
Para quem ficar mal... Temos pena!
Todos temos o direito de lutar pela nossa felicidade.

Adorote amiga
para sempre
beijao

Rafaela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rafaela disse...

Ai Joana Sofia... Como te disse a história está linda. Uma lição de vida não é verdade? Concordo com certas palavras e discordo com outras! Concordo quando dizes que o amor não escolhe idades! Será que ainda existe alguém que pense o contrário? Se existe é porque ainda não se apaixonaram por amores mais velhos (ou mais novos)! E há também certas frases durante o post que me deixaram a pensar... Mas discordo quando dizes que se o destino colocou as personagens no caminho uma da outra jamais elas se separaram.. Bem isso vê-se no final da história... Mas não é preciso um final tão trágico... Certas pessoas saem da nossa vida e não morrem, apenas saem porque assim a vida o exige. Olha para mim, pensa no meu caso e vê com isto é verdade. Ele foi-se embora e eu fiquei. Ninguém me disse que ele ia embora, da mesma maneira que, quando o vi da primeira vez, ninguém me avisou da importância que eu hoje lhe atribuo. O que quero dizer com isto é que o destino o colocou no meu caminho e de um dia para o outro ele foi-se embora. Por isso é aproveitar cada dia enquanto as pessoas estão presentes!
E também arriscar, nem que de nada valha, mas pelo menos tenta-se!

Bjnh* gaja, fica bem

diana cardoso disse...

A amizade torna os fardos mais leves, porque os divide pelo meio. A amizade intensifica as alegrias, elevando-as ao quadrado na matemática do coração. A amizade esvazia o sofrimento, porque a simples lembrança do amigo é alívio. A amizade ameniza as tarefas difíceis, porque a nós não as realizamos sozinhos. São dois cérebros e quatro braços a agir. A amizade diminui a distância, embora longe, o amigo é alguém perto de nós. A amizade encena confidências redentoras: problema partilhado; percalço amaciado; felicidade repartida; ventura acrescida.

A amizade coloca música e poesia na banalidade do quotidiano. A amizade é a doce canção da vida e a poesia da eternidade. O amigo é a outra metade de nós. O lado claro e melhor. Sempre que encontramos um amigo, encontramos um pouco de nós mesmos. O amigo revela, desvenda, conforta. É uma porta sempre aberta, em qualquer situação. O amigo na hora certa é o sol ao meio dia, estrela na escuridão. O amigo é a bússola e a rota no oceano, porto seguro da tripulação. O amigo é o milagre do calor humano que Deus opera nem coração.

Se eu pudesse ser a terra azul do sistema do teu olhar, semearia rios e sóis no centro do meu coração. Se eu pudesse guardar o tempo nas palavras que dizes sem chorar, choveriam dias e noites na palma da minha mão. Cresceriam árvores de um mundo novo, sem segredos, se encontrássemos o ritmo dos nossos passos. Nasceríamos do fogo, sem medos, se fôssemos sinceros, se nos abraçássemos.

Espero que gostes.

fabio lucci disse...

Não podemos ensinar o que nunca aprendemos...
Não podemos falar o que nunca pensámos...
Não podemos dar uma 2a oportunidade quando nunca nos deram uma primeira...

Não podemos amar se outrém não esquecermos...
Nem podes esquecer se o amor ainda prevalece...

Agora perguntas-te/ dizes para ti própria...

"Mas eu posso fazer isto tudo!!"

E eu digo-te que podes, mas a vida tão curta de que falas é para ser vivida na mentira ou na verdade? num bom senso ou num contrasenso? Pensai nisto....

Não podes pôr um fim a algo que, por mais tempo que tenha, ainda agora começou... ;)

Anónimo disse...

bem...

é realmente uma grande historia
descreve momentos unicos e inesqueciveis, aqueles que valem a pena recordar, que nos fazem sorrir e continuar em frente

nem sempre tudo nos corre como queremos e nos corta a felicidade... mas a felicidade podemos rapidamente encontra.la ao recordamos as coisas boas, a sorrir, nos amigos...

e a felicidade plena, nao existe,por um lado ainda bem porque se fosse tudo como queriamos, nao sabiamos o que era o mal e ao nao saber o que era o mal... como poderiamos desfrutar do bom, saberiamos o que era o bom?

o importante é nao desistir e tentar sempre ser feliz

=)
sofia